Posted by on Fev 27, 2012 in Fugas de informação | 0 comments

Artigo para o site Económico – 27 de Fevereiro 2012

A empresa portuguesa Sr. Bacalhau fechou o ano passado com lucros de 450 mil euros e exportou 65% da produção.

É uma das empresas exportadoras portuguesas que contrariou a crise e fechou o ano passado com lucros. O saldo de 2011 da empresa Sr. Bacalhau foi positivo em 450 mil euros, segundo as contas que foram fechadas na semana passada. Em declarações ao Económico, João Sousa, responsável pelas exportações, afirma que este é “um resultado muito bom face às dificuldades actuais do país”, acrescentando que a facturação foi de 100 milhões de euros. Em 2010 o lucro tinha ficado na ordem dos 200 mil euros.

Neste momento, o mercado para onde a companhia mais exporta é o Brasil, para onde vai 75% das vendas feitas fora de Portugal. França é o segundo destino dos produtos, sendo que os países africanos também têm um peso significativo nas vendas. João Sousa não esconde que o mercado interno está a contrair bastante, sinal do apertar de cinto das famílias. “Sabemos que no passado o bacalhau era o produto dos pobres e agora é o produto dos ricos. Quando uma dona de casa quer alimentar uma família, o bacalhau custa seis ou sete euros, enquanto que o frango ronda os dois”, explica.

A Sr Bacalhau emprega 310 pessoas em Portugal e 50 no exterior. Apesar das reduções nos custos e do encerramento de algumas filiais, a empresa não tem planos para despedir. O responsável explica que a estratégia passou por “reduzir custos, modernizar a empresa para ter um produto mais barato” mas não despedir. “Sendo uma empresa familiar vemos o colaborador como um familiar”, acrescenta. O futuro passa por manter a produção actual em Portugal, tanto que no país “a mão-de-obra é muito barata” mas ainda assim “muito especializada”. “Levar a operação para fora do país é caro”, admite João Sousa. Para este ano, a Sr Bacalhau quer chegar aos 80 % de exportações e fazer crescer a facturação em 20%.

Veja aqui o artigo original