Posted by on Dez 16, 2010 in Fugas de informação | 0 comments

O Leilões.net vai começar a cobrar aos “vendedores” o serviço. Quem conseguir vender alguma coisa no site vai ter de dar 3,5 por cento à página no final do leilão. Caso a venda seja baixa, o Leilões.net não deixa de dizer que o mínimo de pagamento é um cêntimo. Esta é uma das novas condições.

Existem tectos máximos. O “vendedor” nunca vai ter de pagar mais de 35 euros, “ou seja, se 3,5% do valor final for superior a 35 euros, apenas esses 35 euros serão cobrados”.

Até a internet está a perder o carácter gratuito. Será que o eBay faz o mesmo ou isto é uma ideia portuguesa?

Termina o Leilões.net a explicar-se

“Sabemos que não é certamente uma medida popular, mas o crescimento do número de utilizadores e também de transacções obriga-nos a recorrer a este meio para garantir a manutenção da qualidade e incentiva-nos mais ainda para continuar a melhorar o site”

O Leilões.net permite a qualquer pessoa pôr um artigo à venda que depois é licitado pelos cibernautas. Quando o leilão acabar, fica para quem ofereceu mais.

Boas palavras (essas ainda não se pagam)

Ler mais aqui.